sábado, 13 de setembro de 2008

ACREDITAR

Acreditar na fé que vive dentro de nós
Cria a força e o amanhã
Tudo o que possamos pretender
Sozinho não viveremos
Pois a palavra não alimenta
Mas ajudará a viver
Mas temos sempre o nosso interior
Que por muito pequeno que seja
Estreita a linha entre a felicidade e a dor
Procurar a peça no palco da vida
Não faz de mim bom actor
Pois vivo a sinceridade jamais perdida
No coração de um pobre trovador

Sem comentários: