sexta-feira, 12 de setembro de 2008

AUSENTA-SE

Ausenta-se o corpo quando não tem presença
Ausenta-se a alma quando não vive e se alimenta
Ausenta-se o olhar e o vazio
Ausenta-se quando não vê e sente frio
Vive e bate o coração aquece o corpo e dá visão
Abre as portas do dia e vive a luz
Ausenta-se a presença do que mata e não seduz

Sem comentários: