segunda-feira, 29 de setembro de 2008

VIDA INCERTA

Vida incerta a que nos circunda,
Que nos carrega e não nos pergunta,
Que rumo lhe dar ou a que destino rumar
Gira e roda no meio da confusão
Coloca-nos sós no meio do turbilhão.
Não fazemos escolhas,
Não tomamos decisões
Pois o destino está traçado
A vida incerta que nos circunda
Num dia-a-dia agitado.

Sem comentários: