sábado, 18 de outubro de 2008

FLOR

Podia retratar a noite como se ela fosse um jardim, plantada de estrelas num campo imenso, mas infelizmente escura e fria virou-me as costas. Apenas a lua me a ilumina e todo o seu esplendor jamais conseguirei descrevê-lo como a beleza de uma flor.

4 comentários:

Thais Michele Rosan disse...

Lindo o seu blog!!
Adorei

beijos

Master Of The Wind disse...

Obrigada, volta sempre.

Beijos.

Anónimo disse...

(é esplendor, com 's' - de resto, está lindíssimo este texto!)

Master Of The Wind disse...

Já emendei, obrigado.