sábado, 8 de novembro de 2008

DESEMBARCO

Desembarco em mim tudo aquilo sonho,
Na doca em bom porto, num canto do mundo.
Descanso meus olhos no horizonte do mar,
Onde naveguei perdido onde não pude aportar.
Nas ondas me encontro quando se deitam na areia,
Onde sonho e imagino um mundo divino,
Teu doce olhar, teu encantar de sereia.

14 comentários:

Anónimo disse...

Descansas os olhos no horizonte do mar com ou sem óculos?

Master Of The Wind disse...

Com óculos, normalmente escuros por causa do reflexo da luz na água.

Anónimo disse...

e se beberes café a escaldar ficam embaciados e depois não sabes onde está o horizonte para descansar,

Master Of The Wind disse...

Não faz mal desde que vá parar a bom porto, estou sempre bem.

Anónimo disse...

ah pois é...sendo assim:
Bom post, pá!

Master Of The Wind disse...

Obrigada! Então....

Anónimo disse...

Só mais uma coisa: Como é te encontras nas ondas quando se deitam na areia?

Master Of The Wind disse...

Identificando-me com o serenidade que é o terminar da onda quando atinge a areia, e lentamente a deixa.

Anónimo disse...

ah, e assim vês melhor...sem aquela água toda cheia de espuma.
tá boa...

Master Of The Wind disse...

A água é como um espelho reflecte aquilo que nós quisermos, com ou sem espuma. Por isso podes descansar, pois ele sempre irá reflectir o teu melhor lado, se for esse que tens para revelar.

Anónimo disse...

Estou bastante mais tranquila.
Obrigada.

Master Of The Wind disse...

Se pude contribuir de alguma forma para a tua tranquilidade fico feliz. Mas prefiro sem duvida o teu sorriso de criança comprometida.

Anónimo disse...

Ah sim...eu não me estou a rir...

Master Of The Wind disse...

lolololol