sábado, 6 de dezembro de 2008

CURTO CAMINHO

Reservo em minha memória pequenos pedaços de história
Pequena, por vezes serena, não calma de atropelamentos.
Filha de mil adventos e de tantos outros momentos
Que por mais que se caminhe e se possa no tempo navegar,
Irão sempre nos acompanhar, viver a nosso lado,
Tirar bocado, unir e olhar a união, fazer da vida lição.
Abraçar-nos com o carinho de quem abreviou por este curto caminho.

Sem comentários: