quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

DANÇAR O MOMENTO

Existem tantas coisas em cada minuto... para vivermos, para encontrarmos e para nos perdermos. Podemos dançar em cada música entoada, em cada saia rodada, em cada perdição que nos procura. Em paixões pautadas por batidas de coração, que faz do tempo a mais eterna canção. De mãos dadas, corpos unidos e rostos colados, abraçamos a música com minutos sem fim, que nos envolve e devolve os ternos momentos, que de cumplicidade jamais serão isentos.

Sem comentários: