quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

MALDIVAS

O governo das Maldivas já está a comprar terrenos noutros países para lá colocar as suas populações. Faz-me pena imaginar que um dia não poderei apontar no mapa, tal local idílico à minha filha(o). Mas irei decerto partilhar com ela histórias de sorrisos sinceros de quem vivia no paraíso, de quem do nada fazia muito. De quem vivia noutro mundo aparte do nosso, onde a azáfama do dia-a-dia se resumia à calmia de um mar azul, transparente e reluzente. Onde não existia maldade e onde a palavra valia mais que os papéis.

5 comentários:

Anónimo disse...

Calmia?

outro anónimo disse...

Parabéns! Não sabia que ias ser pai!!! Que bom!

Master Of The Wind disse...

Peço desculpa pela minha ortografia, queria dizer "acalmia", mas sou uma merda mesmo ;-)

Digo-te... gajos a escreverem assim deviam ser banidos dos blogs, porque põem em risco o português correcto.

Anónimo disse...

quem devia ser banido dos blogs são os gajos que se dizem uma merda!

Poupa-nos!

Master Of The Wind disse...

Porque será que denoto algum tipo de problema comigo, para além de aquilo que possa escrever?! Era uma piada!!!?? Mas ok, isto é um blog livre e cada um poderá expressar a sua revolta da forma que melhor entender.
1º Ninguém é obrigado a vir aqui.
2º Emenda-me as vezes que entenderes, pois estou muito longe da perfeição. Principalmente na escrita.
3º Isto é uma brincadeira, tens de relaxar...
4º Beijos