quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

ESCONDIDA

Com mil olhos observo teu refúgio secreto,
Onde te escondes do mundo para ele não te ver.
Onde escondes teu sorriso sobre manto preto,
Refúgio a descoberto para meu olhar te percorrer.
Não é fácil te encontrar quando se anda perdido,
Seria mais fácil, cego, poder tocar teu sorriso.
Ler com minhas mãos tua linda face,
E sem ter o dom de ver, sentir teu desenlace.

Sem comentários: