domingo, 22 de fevereiro de 2009

CONTEMPLAR

É difícil nos afastarmos da intensidade do teu olhar,
A cor que ele oferece ao escuro da noite.
Força onde transportas num simples pestanejar,
A agradável surpresa do teu sorriso.
Decerto que não serei original na forma de reparar,
Ou mesmo de em palavras o tentar descrever,
Mas uma certeza eu tenho e aí serei decerto único,
Que naquele minuto, naquele momento,
Apenas existiu o teu olhar para me enternecer.

Sem comentários: