quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

METAMORFOSE

Despidos saímos do casulo que nos envolve,
Deixamos que o exterior nos absorva,
Metamorfose esta sofrida em corpo que desenvolve,
Mudanças no mundo que nos absorta.
Pura seda o toque que sinto da tua pele,
Doce mel o que tomo da tua boca,
Colo meu corpo em teus braços antes que degele,
Palavras moucas em noite louca.

3 comentários:

moneythoughts disse...

Beautiful Work: I like your style.

Master Of The Wind disse...

Thanks. It's always a pleasure to ear nice words.

Anónimo disse...

Jukinausus abi arebelio singrium bastrei caramelis!