domingo, 22 de março de 2009

PHOTOS

Grandes são os pedidos que vivem à porta de quem os sonha, sonhos vividos por desejos apetecidos da vida fotografada em instantes. Enormes manchas de cor preta e branca em pequenos tons de cinza. O laranja alimenta o fundo de terno leito, seu toque de cetim acondiciona meu corpo na tela que para mim criaste. Ingrato a recebi com desdém de quem acha que tudo tem, mas pouco é o que vive em minhas mãos. Arte de quem pouco pinta no espaço que ficou sem perdão. Existe uma música que marcou um início que sonhei sem fim, mas que às minhas mãos matei sem o sabor que a Deus pedi.

1 comentário:

Isa disse...

Tão lindo...