quinta-feira, 16 de abril de 2009

ANJO

Seria demais pedir-te meu anjo,
Transparentes aventuras de desfrute intenso,
Entre céus de tentação e desejos,
Criações pedidas de vidas vividas sem advento.
Os pedidos são mais que muitos sem fruto proibido,
Pois a tentação de cair sobre tal é mais que muita,
Mas para que crer em algo que não faz sentido,
É preciso amar de forma fortuita.
Mas tal acção não faz parte daquilo que vos peço,
Sentir sem razão não advém jamais de respostas inesperadas,
Mas em crer que nesta vida também tropeço,
Em ruas despidas de certezas inacabadas.

1 comentário:

Isa disse...

Tu és muito especial.