terça-feira, 21 de abril de 2009

PAZ & DESCANSO

Será demais pedir paz e descanso a preces de tal pranto,
Criações inviáveis de tribulações estáveis a outros creres,
A outras preces... que parece que não esqueces de dizer.
Rendilhados sabores que de tantas cores perdem-se no momento,
De infindável tempo que não para de passar,
E a todos aqueles que passa jamais temerei em perguntar,
Onde mora tal paz e descanso que por nós passa sem parar.

1 comentário:

Duma disse...

Hugo,
Acho que é uma ideia muito gira, mas não tenho a menor noção de como é que isso se poderia processar. Isso requer, acho eu, muito tempo e dedicação, o que agora é um pouco difícil. Estou a trabalhar muito para uma individual em Agosto..e até lá não consigo pensar em mais nada. Mas é uma ideia que fica aqui presente. Poderia dar um resultado muito interessante, acho que gostaria muito... só não sei muito bem o que fazer :/ Nunca pensei nisso a sério!