sábado, 11 de abril de 2009

TEMPOS

Neste mundo de loucos,
Que de certeza não são poucos.
Giramos à volta da esfera,
Atempadamente à espera,
Que dos tontos não se façam contos,
E da vida uma quimera.

Sem comentários: