quarta-feira, 17 de junho de 2009

SEM TOM

Monocórdico uivar que por entre a noite ecoa,
Monocromático olhar que cego não vê à toa,
Sincronismos sórdidos que por entre o negro perdoa,
As palavras ocas que sem sentido se soltam.

5 comentários:

Isa disse...

:*

Isa disse...

Tu és uma pessoas mais fantasticas que conheço.

Pandora disse...

fiz uma visita

Duma disse...

Eu também!!
Tenho andado um bocado por fora destas coisas ;)... muito trabalho!!
Queria agradecer-te muito pelo perfil.. adorei!! Já o coloquei no meu blog!
Um grande beijinho!
Duma

Anónimo disse...

Agora és gótico???

Tóne